quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Caponata


Este é um prato coringa que  eu tenho sempre na geladeira. Serve para todas as ocasiões. 
Eu uso como entrada ou como um lanchinho. Substituo a manteiga em torradas ou como puro mesmo na metade da tarde ou na metade da noite. Vai com café, com suco ou com vinho. 
Fiz este vídeo tentando explicar bem direitinho mas minha experiência com vídeos ainda é recente, então tem algumas falhas como chamar a cebola de pimentão ou escrever errado na  legenda. Ainda não sei consertar mas vou aprender, prometo. 


Receita:
3 berinjelas de tamanho médio
1 xic.de chá de azeitonas picadas
1 xic.de chá de uva passa branca
1 xic. de chá de uva passa preta
1 cebola roxa picada
alcaparras a gosto
1 pimentão vermelho
1 pimentão amarelo
1 pimentão verde
1/4 xic. de azeite de oliva
1/4 xic. de catchup
orégano a gosto. 
sal
Numa assadeira misturar a berinjela, os pimentões, a cebola, regar com o azeite e levar ao forno coberto com papel alumínio ou manteiga por 30 minutos ou até que fique murcho. 
Retirar do forno e acrescentar todos os demais ingredientes. Misturar e levar novamente ao forno, coberto, por mais ou menos 30 minutos. 

domingo, 10 de setembro de 2017

Tapete de barbante redondo

,

 Gosto muito desse modelo por ser básico e de grande efeito, adaptável a qualquer ambiente. Desde varandas, salas até quartos de bebês. Basta variar as cores para ter o tapete adequado á necessidade. 
Deste tem á venda á pronta entrega na loja: 

domingo, 23 de julho de 2017

Sal grosso temperado

    O sal temperado também chamado de sal verde substitui o sal comum na cozinha. Além de ser prático para usar, é bem mais saudável que o sal refinado e mais barato que os diversos tipos de sal indicados como compostos por menor quantidade de sódio, como o sal rosa do himalaia, o sal light, o sal negro e o sal havaiano. 
Apesar do sal grosso possuir a mesma quantidade de sódio que o sal refinado, acaba que a gente usa em menor quantidade porque os temperos dão sabor ao alimento sem que abusemos do sal para dar gosto á comida. 
O aroma e o sabor que proporcionam aos pratos é de chamar a atenção da vizinhança. Uma delícia, prove e me diga 
Para preparar o sal temperado  eu utilizo:
500gr de sal grosso 
4 embalagens de temperos desidratados
Folhas de louro
Os temperos podem ser os de preferência  de cada um, eu usei mangericão, orégano, alecrim e salsa. Meus preferidos. Faltou a salvia que não tinha e que gosto muito também. 

Bater metade do sal grosso no liquidificador juntamente com os temperos. 
Depois de bater peneirar e guardar em recipiente separado a parte fina para usar em saladas e sobre a comida já pronta. O que sobrar na peneira juntar ao restante do sal grosso e misturar bem. Se desejar pode bater um pouco no liquidificador mas eu não vejo necessidade porque uso para temperar os alimentos que vão ao fogo e no cozimento o sal dilui. 
Bom apetite. 

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Bolsinha de trapilho


Eu gosto muito de trabalhos feitos com fios de malha. 
Antes era impossível encontrar no mercado nacional,  e pra trazer de fora era tão espaçoso que não cabia na mala.  Ou se fazia cortando com a tesoura e arranjando lindas bolhas nos dedos, ou passava vontade.  
Eu mesma enveredei por várias técnicas para cortar a malha. 
Em 2009 (vixe como o tempo passa)  eu postei esta: como cortar o fio de malha para fazer crochê
Esta pequena bolsinha que eu fiz agora,  com fio comprado pronto,  gosto para usar cruzada pois é  muito boa para uma ida ao shopping, ao show no estádio ou á feira de artesanato porque fica segura e é pequena para carregar. É boa para a padaria também, á confeitaria....acho que pra quase todo lugar. Cabe o celular, uns trocados e o cartão de crédito. E é quanto basta nestes dias de hoje, não se precisa mais do que isso. 
Muito fácil de fazer. O ponto é 1 corrente e um ponto alongado pegando na carreira anterior. Vai e volta ou tece circular. Esta fiz vai e volta porque queria uma lateral definida. Coloquei duas alças, uma grande e outra pequena, esta só para enfeitar, e porque eu tinha tudo em casa. Rápida para tecer, esta que fui inventando fiz em menos de duas horas. 13 pontos, teci inteira, e fechei  como envelope anexando as laterais. 

sexta-feira, 7 de julho de 2017

domingo, 18 de junho de 2017

Bolero amarelo


Criei este casaquinho inspirada nos dois modelos abaixo. O bolero me inspirou no formato e a jaqueta no ponto. 
Não encontrei gráfico ou receita do ponto, então criei mais ou menos baseada na foto da jaqueta. Ficou parecido, não exatamente igual mas gostei do resultado. 
No manequim a peça fica no meio do quadril mas na modelo original fica na cintura, como eu queria, para usar com saia lápis, vestido tubinho básico ou  calça de cintura alta. 
Fiz um vídeo do ponto e me desculpem se não está perfeito mas foi minha primeira edição de vídeo. Ô coisa complicada!! Mas treinando bem acho que melhoro. Para o futuro. 
O gráfico do barrado logo abaixo do vídeo. 



sexta-feira, 5 de maio de 2017

Cobre jarras de crochê

 Lindos paninhos cobre jarras  que eu fotografei numa pousada em Canoa Quebrada. São simples mas o colorido transforma o trabalho numa peça delicada e alegre. 
Não tenho receita mas nem precisa né, de qualquer maneira posto a foto abaixo bem aproximada pra facilitar. 
 Canoa Quebrada é uma praia daqui do Ceará que conserva uma certa magia. Um lugar lindo que vale a pena conhecer. 
Quando se tem a sorte de achar uma boa pousada fica melhor ainda porque a beleza de fora reflete o interior. 

Cercada de falésias que infelizmente o mar está levando 
E ainda consegue ter imagens bucólicas apesar do progresso estar invadindo. Convive-se bem. 
 

domingo, 23 de abril de 2017

Tapete de crochê redondo

 Tapete redondo para qualquer ambiente, mas pelas cores fica ideal para quarto de bebê.
A venda na loja,  Ponto dos Bordados . Pronta entrega 


domingo, 19 de fevereiro de 2017

Loucura de paçoca no pote


Quem não gosta de paçoquinha? Eu amo de coração. Depois que inventaram as paçocas diet virou meu escape preferido. Na hora de uma fome ou quando bate aquela vontade de comer um doce é ideal e sem culpa. Agora tem também  as de aveia em substituição á farinha, o que ficou melhor ainda. Mas este doce eu não usei a de aveia. Foi a diet comum mesmo. 
Vale a pena experimentar esta sobremesa por várias razões:  
É gostosa, não dá trabalho fazer porque não precisa de fogo e tem baixas calorias. Eu usei produtos diet e sem lactose. 

Ingredientes da ganache
1 barra de chocolate ao leite 250 gr zero açúcar (uso da marca Linea)
1 1/2 lata de creme de leite com gordura reduzida (uso Nestlé)
1 colher (sopa) de manteiga sem sal.
Picar o chocolate e derreter  no micro ondas. Misturar o creme de leite em temperatura ambiente e a colher de manteiga. Mexer bem até ficar bem liso e reservar.

Ingredientes do creme de paçoca
100 gr de castanha de caju, ou do pará, ou amendoim, ou a que preferir
1 vidro de leite condensado sem açúcar (uso da marca Línea, 210gr)
1 1/2 lata de creme de leite em temperatura ambiente
6 paçoquinhas de amendoim diet 
1 envelope de gelatina sem sabor.
Moa as castanhas no liquidificador, sem virar farinha, deixe com um pouco de textura. Juntar num recipiente de vidro metade da castanha moída, o  vidro de leite condensado, e 1 1/2 lata  do creme de leite, 3 paçoquinhas e a gelatina dissolvida conforme instruções da embalagem.  Mexer bem e reservar.
A outra metade da castanha moída misturar com as outras 3 paçocas para fazer a farofa e reserve.

Num pote intercale a ganache, o creme de leite condensado, a farofa de paçoca.

É dos Deuses. 

Eu uso o próprio pote do leite condensado para colocar essa sobremesa porque o tamanho é ideal, generoso sem exageros, e porque fica bem fechadinho na geladeira durando vários dias. Essa receita rende 10 potinhos. 
Se preferir em caso de um jantar ou pra servir visitas, pode colocar também numa taça, qualquer uma, até essa de café capuccino que é mais ou menos de 200gr. 


segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Prometido e cumprido...quase tudo


Em janeiro de 2016 eu fiz este post falando das minhas intenções para o ano que estava começando.
http://agulhaspinceisemais.blogspot.com.br/2016/01/sacola-de-compras-de-croche-em-barbante.html
A intenção era aquela de sempre: perder peso, mudar de hábitos etc.
Também disse que viria dar satisfação do cumprido, ou não cumprido. A intenção era cumprir tudo mas acho que as promessas foram exageradas, me empolguei. Mas estou muito satisfeita com o que consegui.
Cheguei em  dezembro com 18 kilos a menos e uma barriga tanquinho que confesso não foi somente pelos exercícios, caminhadas e dietas,  teve a interferência de uma abdominoplastia e uma lipo muito bem sucedidas e com grande resultado visual. Amei. Me amei.
Como eu disse na época, tinha a intenção de correr e andar 1000 kilometros no decorrer do ano. E andei. E corri. Houve momentos em que duvidei que conseguiria devido  ao período de repouso da cirurgia, mas deu. Apertado mas deu. Aqui a prova:

O resultado maior não é visível, foi na cabeça. Me livrei de coisas que me incomodaram a vida inteira e as quais aturei. Nem sei porque, mas agora me livrei. Antes tarde do que nunca. 
Para este ano? acho que repetir já está bom. Mas agora basta diminuir 8 kilos pra ficar tudo certo. No mais é continuar vivendo, cuidando de mim mesma e dentro do que for possível ajudando o próximo. 
Vou me dedicar mais aos trabalhos do blog, fazer alguns vídeos que estão prometidos e viajar bastante. Depois eu conto. 
Feliz ano todo para todas as amigas que me visitam e me escrevem sempre tão carinhosamente. Vocês são uma parte boa da minha vida. 

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Busto de manequim reformado


Um velho busto de manequim com duas tampas de potes quebrados e um puxador de gaveta. Juntando tudo e cobrindo com tecido e tinta fiquei com um busto quase novo. Dá para usar mais um tempo e economiza a natureza de mais lixo.

domingo, 11 de dezembro de 2016

Toalha de mão com barra de crochê



Um barrado simples, gráfico copiado do Pinterest que tem tudo. Só pra deixar o ambiente mais alegre. 

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Touca, Cachecol, Xale e Luva - Uma peça 4 em 1



Mais um trabalho de tricô da Lucia, minha irmã. Não tem receita porque ela vai inventando e fazendo, sem anotações pois inventa um de cada.
Mas a intenção na postagem é somente passar a ideia mesmo porque pontos cada qual tem os seus preferidos. 
Lucia fez algumas fotos no decorrer do desenvolvimento do trabalho, o que facilita para quem quiser reproduzir a peça. 
Ela chama de 4 em 1 e de fato é porque junta Touca, Cachecol, Xale e Luvas tudo numa peça só. Prático, quentinho e  lindo. Desculpe aí mas é que eu babo a minha irmã.